Vida de Freelancer

o que há para dizer de 4 dias de cowork?

Tenho vindo a fazer mentalmente um resumo destes últimos dias a jeito de conseguir depois fazer um balanço. Antes mesmo de vir estava um pouco receosa, ponderei até à ultima nem vir com medo de não conseguir gerir o meu tempo e ainda ter que depois trabalhar a noite toda.
Primeiro dia. Chego e sento-me na mesa que penso ser a certa. Dei um olá tímido ao colega da mesa ao lado que ainda não sei como se chama. O ambiente é semelhante a uma biblioteca onde se fala baixo e todos estão no seu quadrado. Olhei à volta, não estava ninguém conhecido por isso não tive outro remédio se não mesmo trabalhar e foi uma manhã super produtiva. Para almoço já tive companhia e as caras conhecidas chegaram. Têm sido as minhas companheiras para me fazerem sentir bem nesta casa nova, mostraram-me os cantos, apresentaram as pessoas o que fez toda a diferença, de facto não estava a trabalhar sozinha. Houve conversa, almoço, café e de volta ao trabalho.
Os dias seguintes.
Já fiz pausa para um café a meio da manhã, dois dedos de conversa e fui conhecer o espaço [afinal havia ainda mais para conhecer] e a Rafa tem sido a minha guia nestes dias, acho que se não fosse ela estava ainda sentada na minha mesa. Apanhei o dia em que fazem um brunch partilhado entre os coworkes, por isso foi bom.
Às vezes meti o phones para me concentrar e voltei a tomar o gosto de ouvir música enquanto trabalho. Percebi que nem sempre é preciso dizer olá ou adeus porque estamos todos a trabalhar e não queremos interromper ninguém e ninguém leva a mal se sairmos de fininho.
Faz-me falta ter as minhas coisas por perto, as canetas, os cadernos, os livros e ter de carregar todos os dias com a tralha toda é chato. Precisei de algumas coisa que não trouxe comigo, o que me faz pensar que tenho de planear o dia na véspera para trazer tudo o que preciso.
Em geral de 4 dias a primeira coisa que penso é que de facto todos estão aqui a trabalhar por isso só me resta fazer o mesmo também 🙂 E estar no Lx Factory dá-me oportunidade de estar todos os dias num sítio onde se passam sempre coisas giras. Há inspiração por todo o lado.
O balanço? Positivo. Voltamos a falar daqui a uma semana 🙂

Sem comentários
Artigo Anterior
5 Setembro, 2014
Artigo Seguinte
5 Setembro, 2014

Sem comentários

Deixar comentário

Instagram

  • Sabem o que é que eu acho acho? Nada como estar tranquila 😂 Nada de pressas! Nada de correrias! Mais uma lição hoje, nem sei se diga de vida, de trabalho... Porque hoje , estou ainda mais tranquila como como sou! É triste ver como online tudo é lindo/ tudo é balelas 😑não estou a enviar recados apenas a constatar o backstage do social media #betruetoyourself #smalworld #londoner #wunderlust #travelalone #lifestyle #photography #girlboss
  • Não há fotos da festa, nem provas para apresentar. É como se não tivesse acontecido 👉🏻 festa que durou 3 dias, piscina de ondas, maranhal de gente, comida que parece que não chegou 😂 cerveja que não acabou 🍺 um jogo que mais valia não ter acontecido ⚽️ dois bolos e um porco 🐷 Marvão é que é! E a Catarina fez 3 🎂 😂
  • Let’s! #london #londoner #shoreditch #letsadore
  • The weather is great. Always shining ☀️☁️ 😂 #london #tap #tapportugal #airplane
  • Sunday morning and new old way of advertising #london #londoner #shoreditch #graffiti #londongraffiti
  • Brunch time! @grind #london #londongrind #brunchtime #arquitecture #industrialdesign #coffee

Follow Me!