Faz isto na tua marca

Quando tempo demora um site a fazer?

É daquelas perguntas que podia dar um filme, pois a resposta vai ser sempre diferente. Porquê? Porque os sites são feitos por pessoas para outras tantas pessoas e como tal somos todos diferentes – não há trabalhos iguais. Assim como não há orçamentos iguais, pois os sites podem começar todos da mesma maneira mas depois são personalizados e vão mudando consoante o cliente.
Claro que temos sempre de ter um planeamento, um guia para termos noção dos timmings. Esta fase é muito importante para qualquer projecto quanto mais para se ter um site online.

– Eu quero ter um site online
Esta é a primeira certeza antes de se pedir um orçamento. Mas mesmo antes de pedir um orçamento vamos encurtar aqui o tempo de execução, vamos tentar já definir o que queremos para o site pois também vai influenciar o orçamento e ajuda logo a perceber a dimensão do trabalho.
Contem com 2 semanas para organizar ideias e pedir orçamentos.

– Orçamentos, avaliar e decidir
Entre pedir orçamentos, obter respostas e decidir vão alguns dias, semanas até. Porquê? Porque com o orçamento vêm sempre dúvidas, dúvidas importantes que até aqui não nos tinhamos lembrado e que nos vão fazer pensar de novo. O valor do orçamento também nos faz pensar que se calhar era mesmo o  que estávamos à espera, ou que se calhar estávamos a sonhar alto e não conseguimos ter tudo o que queríamos logo de início no site. Se já tivermos um budget então vamos logo começar por aí e informar quando pedimos o orçamento.
Por esta altura, com o orçamento à frente acontecem duas coisas: ou começamos a projectar o site à séria, ou deixamos a coisa marinar por tempo indeterminado.
90% dos orçamentos para sites não avançam logo a seguir ao pedido de orçamento mas sim depois de muitas trocas de emails.

– 1, 2, 3 Vamos lá
Após a decisão de que vamos mesmo ter um site online começam os trabalhos. Quem vai fazer o site precisa do máximo de informação sobre o mesmo. É uma grande ajuda que o cliente faça o seu trabalho de casa e comece a pensar no que quer. O melhor mesmo é começar a desenhar o mapa do site. Desenhar mesmo, pegar na caneta e no papel e começar a desenhar as páginas, os conteúdos, etc. Este desenho vai nos ajudar a perceber e a organizar os conteúdos.
Não se iludam, esta fase é das mais prolongadas na execução de um site.

– Zeros e números
Quando chegamos à parte de programar, de começar a mexer e a ver mexer começamos a ver tudo a acontecer. Esta é a fase das maquetes, dos desenhos, dos layouts, de mostrar ao cliente, volta para trás, faz de novo, ajusta, altera, aprova, avança… É aqui que tudo acontece e é aqui que levamos mais tempo. Um mês? É capaz de ser pouco.

– Até quando?
Fase a fase é importante estabelecer prazos. Até quando é preciso enviar informação? Até quando enviam a maquete? E por aí fora. Os prazos funcionam para ambos os lados, para quem faz e para o cliente.

– Voilá
Está pronto o site. Mas é preciso mais alguma coisa? Provavelmente sim. Preparar a sua chegada ao mundo virtual: a divulgação do site, fotos especificas, imagens que queremos usar para anunciar o site, etc. Toda a comunicação que vai apoiar e ajudar a divulgação do site também fazem parte do plano.

Exemplo prático
O novo site da Lance Collective demorou 1 mês e meio, mais coisa menos coisa. Mas neste caso começámos logo na fase de desenhar o mapa do site, pois aqui o cliente era eu e quem fez o site também fui eu 🙂 Por isso fui fazendo o site porque já sabia bem o que queria mas mesmo assim ao fazer o site houveram páginas que mudaram, textos que trocaram de sítio e ideias de última hora que surgiram.
O que demorou mais tempo? Carregar conteúdos. Inserir todos os trabalhos no portfolio com respectivas imagens. Cortar imagens, fazer textos e traduzir são das tarefas que mais tempo levam.

O tempo que um site demora a fazer é sempre subjectivo, depende de nós, das nossas ideias e da arrumação das mesmas. Mas pensem sempre que um site demora a nascer, é algo que tem de ser bem feito, é a nossa presença online que está em jogo e se alguém diz que faz um site num ápice é porque é mesmo um mestre do Kung Fu Panda.

Visitem o site novo: www.lancecollective.com

Filipa Simões de Freitas

Sem comentários
Artigo Anterior
7 Setembro, 2015
Artigo Seguinte
7 Setembro, 2015

Sem comentários

Deixar comentário

Instagram

  • Monday's like this 😍 começar a semana assim e pensar que setembro não passou, ultrapassou-me sim por todos os lados e o tempo correu sempre à minha frente. 😂
  • Tudo começa por uma ideia que passa depois para o papel. E depois é construir 🙌🏻 #vaiacontecer #abasestudio
  • Mummy little helpers 👭Os mestres de obra vieram fazer a inspecção 😂
  • Não tem sido combinado nem de propósito mas o início de setembro tem sido marcado por fotos deste género 😅 a sintonia que me move, assim me puxa para tal, e mais uma vez setembro vai ser o meu mês de concretizações pessoais! Principalmente de crescimento. São tantas as novidades e mudanças que até tenho medo de as começar a contar 😁 mas amanhã já começam as novidades! 🙌🏻
  • Todos me querem mudar o chão. Está em bruto, tem buracos, riscos e está tordo. Mas fazer o quê? Eu gosto dele mesmo assim! Nem tudo é perfeito e direito mas sim diferente e com personalidade. E por agora é a mesa de trabalho 😅#ochaofica
  • Nunca foi tão importante para mim apoiar-me e receber conselhos de várias pessoas como nesta altura. Hoje começo uma nova etapa de tudo… de mim, do meu trabalho, das pessoas. Basicamente uma nova etapa na minha vida! Tenho um discurso na cabeça ao estilo de “óscares” com nomes que tenho de mencionar e acima de tudo agradecer, porque de facto tenho tido o apoio de muitos e companhia ao longo destes últimos tempos. Mas hoje, começo por brindar a uma só pessoa, a mim. Por ter a sorte de me cruzar com vocês, por ter o privilégio de trabalhar grandes projectos, e por partilharem comigo os vossos sonhos. Hoje partilho o meu: aqui vai nascer um novo espaço! 
E como prometido, e o primeiro conselho que tive, começo assim, um brinde a todo este movimento. O resto vem. #brindemos

Follow Me!