Vida de Freelancer

Aos meus colegas…

…isto não é uma corrida, o primeiro a chegar pode nem ganhar nada. Não interessa a rapidez, o passo apressado, os encontrões e a perseguição. O que interessa somos mesmo nós, eu e tu, designers, profissionais, humoristas e às vezes até milagreiros.

A maneira como falamos, andamos, sorrimos, faz de nós únicos, o modo como dizemos bom dia ou como escrevemos um email faz-nos pessoas diferentes. Fazemos o mesmo mas somos intuitivos, emocionais e é isso que passamos para quem trabalha connosco. É isso que vêem em nós e que nos faz chegar onde queremos.
Se somos freelancers, todos os dias são uma loucura, todos os meses são diferentes e o trabalho então é do mais variado e imprevisível que pode ser. Se eu hoje faço assim, amanhã podes ser tu a fazer e é a isto que assistimos todos os dias. Somos muitos, mas todos diferentes a fazer o mesmo ou pensamos nós que fazemos o mesmo, mas eu acredito que mesmo para fazer um simples flyer temos métodos e maneiras diferentes de o fazer.
Existe aquela palavra [concorrência] que às vezes nos lembramos dela, que às vezes nos faz ir espreitar o que se anda a fazer. Mas tem de ser um processo saudável. Não nos vamos imitar, nem começar a fazer tudo igual, assim deixamos de ser nós próprios. Podemos aprender, fazer e progredir. Não é por termos uma máquina fotográfica xpto que vamos ser mega fotógrafos, certo?
Eu designer, já dei por mim a pensar nisto… não tenho amigos designers. Não existe o hábito de um designer desabafar com outro, de partilhar as suas dores e crenças. Somos fechados, cada um no seu mundo, no seu teclado.
Por vezes falo demais, e confesso que às vezes vejo isso como um problema, falo pelos cotovelos, falo antes mesmo de me perguntarem alguma coisa. Falo antes mesmo de pensar se o que digo tem algum interesse… Por alguma razão segui Comunicação, sim porque nós designers comunicamos em tudo o que fazemos.
No último ano tenho apoiado outra designer, que tal como eu é freelancer, e tenho partilhado com ela aquilo que tenho vindo a aprender nos últimos anos. Uma vez até lhe passei uns ficheiros sem qualquer problema e ela perguntou se eu estava mesmo a fazer isso? Assim, sem mais nem menos? Sim, passei. Depois o que ela faz com eles já é a arte dela. Eu cá tenho a minha. E não sou só eu que partilho, também tenho aprendido com ela.
Mas isto tudo porque recebi um email de um colega há uns meses atrás, que não conheço. Queria iniciar-se na área com um novo cliente mas não fazia ideia dos preços nem como proceder. Deixei o email para responder ao final do dia, respondi, partilhei um pouco do meu trabalho e do meu método. Agora, passado algum tempo recebo novo email, a agradecer e a perguntar se pode passar o dito trabalho para mim pois já não iria continuar. Fiquei pasmada claro, e como boa portuguesa que sou, confesso que desconfiei de início, não me fossem passar um trabalho que ninguém quer fazer (eu iria querer?). Tive de perguntar claro quais eram os motivos para me passar o cliente… A verdade é que de todos os amigos, professores e designers a quem pediu ajuda, ninguém respondeu, a não ser eu que respondi na altura e com uma resposta concreta. Vês, Filipa? Fizeste bem.
E nós colegas, também não podemos nos fechar. Isto não é uma corrida, mas o que está feito está feito e as nossas ideias serão sempre as nossas, só temos de saber que são mesmo nossas.

Filipa Simões de Freitas
http://lancecollective.com/

6 Comentários
Artigo Anterior
11 Fevereiro, 2016
Artigo Seguinte
11 Fevereiro, 2016

6 Comentários

  • susana

    Olá Filipa! Eu também sou designer de comunicação e, simplesmente por isso mesmo, percebo muito bem do que falas. É verdade o que dizes sobre sermos fechados e não partilharmos assuntos que nos são comuns, por razões várias, mas que andam muito à volta da palavra concorrência… É pena porque ao contrário do que muitas vezes pensamos tínhamos mais a ganhar com isso do que a perder.
    A tudo aquilo de que falas e com que eu concordo, queria só acrescentar que, pela minha experiência, eu acho que os designers não falam entre si, nem partilham, embora lá no fundo, quisessem saber e até precisassem dessa partilha.
    Continuação de bom trabalho e de bons projetos!
    Bjs,
    susana

  • AG

    Adoro, adoro. Parabéns por ser assim , fiel a si mesma. O sucesso estará sempre consigo.

  • Mundos Mudos

    Que final de história tãop bonito, e que bela postura a tua! Parabéns 🙂

  • Ana Burmester Baptista

    É mesmo assim… Eu também falo demais, partilho tudo, nunca consigo distinguir o que devo do que não devo dizer ou contar… Mas sabes que mais? Quando vou dormir, vou feliz! E cada vez mais me escrevem, me agradecem, me dizem que ficam surpreendidos mas que gostam. A alma é o segredo do negócio 😉 (estou em dívida para contigo, respondo-te ainda hoje!). Bom fim de semana!

  • JLDesign

    Nos últimos anos aprendi que os meus colegas não são rivais. Eu tenho muitos amigos designers. As minhas melhores amigas são designers… e a partilha ajuda-nos a crescer. Partilhar alguns segredos não tem obrigatoriamente que ser mau. Crescemos e aprendemos com os erros e com as vitórias dos outros e isso mostra maturidade. É bom que a tua forma de ver seja igual à minha, acho que no fim saímos a ganhar bem mais do que se quisermos guardar tudo para nós 🙂 Já cheguei a mostrar projetos mesmo antes de os entregar ao cliente para saber o que elas achavam. Há dicas que nos ajudam a melhorar e devemos ser parceiros, não rivais 🙂

  • Liliana Fidalgo

    Adoro a tua forma de ver a vida e como ages. Mostra o tipo de pessoa que és pelos actos mais simples 😉

    Glamour in a Bottle

Deixar comentário

Instagram

  • Hello Friday, from here I stand, tomorrow is a working day ✊🏻 A Base vai estar cheia. E eu voltei a editar as fotos que estavam aqui na lista de espera, de um dia olhar para elas para quando eu precisasse de boa recordações 😉✈️📷 #travelphotographer #travelphotograpy #windowboxes #lifeisbeautiful
  • Este ano aprendi muita coisa sobre algo tão simples e tão bom! Deixei de comer grade parte e quando como, é do bom! Meu rico pão! 😉 #iscopaoevinho @iscopaoevinho
  • Poem about work! Estava aqui guardado para um mês especial. Setembro parece-me o ideal 😅 @modern_society_london #poemaboutwork #coffee #london #freelancerlife
  • Eu sobrevivi ao 1° dia de escola primária. Preparei uma lancheira pela primeira vez. Fiz um trajecto diferente de manhã. Só liguei duas vezes para a escola durante o dia. Por ela foi na boa, só teve de encher o estojo com todas as canetas e lápis antes de sair. #bickidsportugal @bic__kids
  • Estou na expectativa de mais banhos de mar neste setembro 😏 E de um verão prolongando... Será? #banhodemarcuratudo #salty #saltyskin #tattoo #tattooideas #taniacatclaw
  • Passei o ano inteiro a ouvir a educadora a dizer que tinha imenso jeito para desenhar [ainda vai herdar o ofício da mãe 😅]. Um às a trabalhos manuais. Agora que está a contar os dias para a escola primária já desenha os amigos que ainda não conhece. Acho que está tranquilo este primeiro ano 😅 #bickidsportugal @bic__kids #coloring #kidspainting

Follow Me!