Vida de Freelancer

Não tenho clientes. E Boas Festas.

Estava a tardar as boas festas e até pensei que ia deixar passar esta época e fazer uma mensagem de ano novo apenas. Mas depois nestes últimos dias e na tentativa de organizar e planear o novo ano, alguns pop-ups vão surgindo.

Natal é família, certo? E as famílias dão-se bem, e menos bem, choram e riem, barafustam e dão beijos, zangam-se e fazem as pazes, mas no final, todos os dias são uma alegria, e estamos juntos. Para o que der e vier.
E isto veio à mente, porque trabalhando todos os dias, lidando directamente com clientes, temos também a nossa história. Trocamos emails [alguns telefonemas :)], fazemos coisas bonitas, mudamos, alteramos, voltamos a fazer, falamos, desconversamos e voltamos a falar. E no fim, está tudo bem, estamos contentes, felizes por termos construído algo em conjunto. Fizemos um trabalho de equipa, ajudamo-nos, erramos e construímos as nossas memórias.

Este foi o ano em que mais palavras bonitas recebi, daquelas que nos escrevem em emails nocturnos e me deixam sem palavras. De manhã, volto a ler para ver se foi sonho. Mas foi o ano em que tive uma variedade maior de clientes, de projectos bastante diversos, de clientes novos, e que conheci pessoas fantásticas. Tudo misturado, foi um bom ano, claro! Mesmo nos momentos mais duvidosos, revoltos em grandes dúvidas, foi bom ter com quem falar, com quem partilhar e clientes todos temos. Eu, tenho pessoas com quem trabalho e que gosto muito. Porque estas nossas histórias desde o pequeno flyer, a um site, ou um novo logo, tudo teve uma narrativa.  E nós fizemos parte dela.

Por isso, fazemos todos parte desta família. Da família das ideias, dos projectos, das dúvidas e dos sonhos, porque é isso com que lido todos os dias. E lido com vocês. Fazemos história? Sim, a nossa. E, não podia deixar passar a data sem vos agradecer, por lerem este texto, por me enviarem emails, por me darem conversa, por me ajudarem, porque me darem tempo quando o peço, e porque fazem parte do meu dia, da minha família.

São as alegrias de um novo trabalho, de um novo cliente ou até mesmo de algo que correu menos bem que trago comigo, para casa, para o trabalho, que afectam o meu dia. A isto, chamo uma verdadeira relação. Damos, voltamos a dar, e recebemos.

Obrigada, a vocês que trabalham comigo e eu com vocês. Obrigada por me contarem histórias e partilharem sonhos comigo.

Somos família, e este Natal também é nosso.

Sem comentários
Artigo Anterior
24 Dezembro, 2016
Artigo Seguinte
24 Dezembro, 2016

Sem comentários

Deixar comentário

Instagram

  • Pausa. Uma pausa logo de manhã. Deixar o trabalho fluir, e perceber que tudo leva o seu tempo. São muitos projectos novos ao mesmo tempo que estão a acontecer. Uns nacionais que vão chegar a todos, outros locais e todos um verdadeiro desafio. Eu consigo 👊🏻 basta ter foco no que é certo, e sério. Não vos mostro os planos, vou mostrar depois os resultados 😍 inspirado na Rita 🎨 @tentonatinta 🙌🏻😘
  • Crazy girls. #hellomonday
  • Layers and layers 😍 love them #hallescheshaus #berlin #latergram #travellingthroughtheworld
  • Filipa Aveia. Podia ser o meu nome agora. Um mês a fazer pequenos-almoços saudáveis 👊🏻 a comer mais fruta 🍎 e a beber mais 💧 a verdade é que ando até mais zen 😂
  • It’s time to open and taste the Paris souvenirs @pereirinha78 e @epais75 ☕️ 😂 #plastic? #whathappeninparisstaysinparis #paris #kusmitea #kusmiparis
  • Vá, leva isto para fazeres caldo-verde! 🤨 Acho q antes vai dar para outra finalidade 🤓

Follow Me!