Faz isto na tua marca Vida de Freelancer

Porque devemos de ter uma mesa sem computador

Mesa sem computador

Foi uma das decisões que tive para 2017, tenho de ter uma mesa de trabalho sem teclados, ratos, monitores, discos, e tudo o que seja cabos, pens ou portas USB. Pois que todos os dias o meu trabalho é à frente de um monitor, e verdade é que sem ele nada avança nesta rotina de trabalhos e afins. Mas a quantidade de notificações, pings aqui, pongs ali… apps para desktop — que confesso só este mês é que instalei o Viber e o Whatsapp no Computador, porque não queria mais apps a saltitar no meu Dock, mas já me deixei levar.

É complicado ter uma rotina de trabalho, sem estarmos constantemente a ser “interrompidos”, ou pelas notificações, ou mesmo pelos nossos desvaneios de que entretanto fomos ali só espreitar o que tem o facebook de novo, ou o Instagram. A eterna questão de estarmos sempre online, e on fire, um pouco no seguimento do partilhar muito e falar pouco.

Por isso, tenho duas mesas de trabalho. A que não tem o computador é de facto a mais bonita, porque é onde me sento para começar a fazer os primeiros esboços e ideias dos logotipos em que estou a trabalhar. São só papeis, canetas, lápis, e espaço, muito espaço à volta para espalhar desenhos. E noto claramente uma resposta diferente no trabalho. Para já é um momento mais tranquilo, mais zen até, que me dá uma satisfação ainda maior. É um momento, verdadeiramente criativo.

Até pode parecer contraditório, mas é de costas voltadas para o computador que costumo planear a minha comunicação nas redes sociais. Usando a minha fórmula, que podem também usar, basta fazer download.

Como combato, a dispersão de tempo e concentração?
  • Fechar o browser. Fechar mesmo o Chrome, Safari, o que for, e não ter a tentação de 10 em 10 minutos ir lavar os olhos à net.
  • Telemóvel no silêncio. E com o ecrã virado para baixo, porque cada vez que ele brilha distraímo-nos.
  • Tentar ter a mesa arrumada, para não começarmos a olhar à volta e nos apetecer arrumar tudo, menos trabalhar.
  • Fechar a janela do email. Conseguimos? Confesso, que é onde tenho mais dificuldade, mas por vezes quando preciso de alta concentração fecho mesmo o email.
  • Não trabalhar de barriga vazia, porque passado meia hora já estamos a “abandonar” o trabalho para ir dar uma trinca.
  • Voltar ao papel. Em vez de estarmos a ler tudo no computador, voltar a imprimir, ler, rabiscar, visualizar na mão. Para isto, uso imenasas folhas de rascunho, re-utilizo o papel, imprimo várias páginas na mesma folha, frente e verso, e ainda guardo para os rabiscos e notas que estou sempre a fazer.
4 Comentários
Artigo Anterior
4 Julho, 2017
Artigo Seguinte
4 Julho, 2017

4 Comentários

Deixar comentário

Relacionados

Instagram

  • Hello weekend! 😊
  • Pequeno esquimó ❄️
  • Tudo de quarentena em casa! 😷🤒 não parece mas está tudo doente...
  • Sunday’s at work and I like it. A minha Base tem estado tão bonita e colorida nas últimas semanas! 😁👉🏻 @ireneillustrationschool
  • Always looking forward!! I’ve been working on a new studio. My design studio @abasestudio 😊 the doors are now open. E houve festa, casa cheia e eu e a @ritacvlove terminámos a noite a dar cabo das pipocas da @joanamlimao 😜 📷 @rscapture 💄 @lara.mourisca
  • Monday's like this 😍 começar a semana assim e pensar que setembro não passou, ultrapassou-me sim por todos os lados e o tempo correu sempre à minha frente. 😂

Follow Me!