Category

Faz isto na tua marca

Faz isto na tua marca Redes Sociais. Para que vos quero.

Vender online e não no facebook. 5 Marcas dão o seu testemunho.

O problema do Facebook?
1. Nem sempre e cada vez menos vemos os posts das marcas, logo não estamos a par de tudo o que fazem e mesmo quando há uma novidade podemos nem saber dela.
2. Todos os posts estão arrumados cronologicamente e não arrumados por categorias ou temas, e temos de andar a fazer scroll para ver o que há. Mesmo havendo álbuns organizados (quando os há) temos de ir à procura deles e ver o que contêm.
3. As mensagens muitas vezes não chegam ao destino, deixando o potencial cliente sem resposta.
4. Os comentários nos posts muitas vezes ficam esquecidos, ou porque não respondemos logo ou até porque não vimos a última notificação que o Facebook enviou. Ou até responderam por mensagem privada mas a pergunta ficou lá pendurada no post sem resposta.
5. A gestão de encomendas quando já é elevada pode ser um problema, quando não temos um canal específico de vendas, e todas as questões nos chegam por mensagem, comentários e email.

O Facebook aproxima-nos das pessoas, dos amigos e dos clientes. É uma óptima plataforma, dentro da sua faceta gratuita, que nos permite mostrar o que a marca anda a fazer, as novidades, os produtos e até podemos vender claro. O Facebook já está preparado para vender ou melhor para colocar ofertas com valores – podem ver mais sobre este assunto aqui.
É claro que muitas marcas têm muitas opções, variadas opções até, que permitem customizar o produto quase todo, seja no tamanho, no tecido, na cor, etc…. Mas demasiadas opções fazem com que possa perder aquele consumidor que sabe exatamente o que quer e o que procura e que em menos de 4 minutos pode fazer uma compra online e ficar despachado. Viva a personalização, mas não em exagero.

Como melhorar o processo de venda online?
O Facebook é um bom apoio na comunicação que deve sim ser bem trabalhado, mas ter uma plataforma própria de venda é o chamado “upgrade” ao vosso negócio.
Ter uma plataforma de rápida consulta, com a exposição de todos os produtos, preços e especificações é meio caminho andado para uma venda.
Numa loja online:
–  todos os produtos estão facilmente expostos, dando logo a percepção de tudo o que existe.
–  as características dos produtos estão disponíveis, diminuindo a troca de mensagens com questões ou dúvidas.
–  o stock está disponível e é gerido automaticamente.
–  o processo de compra é rápido, seguro e gerido de maneira quase autónoma.

Que plataformas de venda online existem?
1. Tictail é a primeira sugestão que vos deixo, é uma plataforma gratuita que permite ter uma loja online muito fácil de editar e de controlar as vendas. Basta escolher um template de loja ou se quiserem alterar o template podem sempre recorrer ao serviço de Muda de Loja da Sílvia.
2. BigCartel é uma plataforma um pouco mais completa, gratuita até 5 produtos, o que vos permite experimentar e depois fazer upgrade à conta e pagar uma mensalidade muito em conta.
3. Shopkit – 100% português – uma plataforma bastante completa para venda online. Tem várias funcionalidades integradas já na loja, podem experimentar gratuitamente durante 14 dias e depois fazer um upgrade para um plano pago.

Estas são apenas 3 de muitas plataformas que existem prontas a usar para que possam facilmente criar uma loja online. A marca ganha e os clientes agradecem!






“Ter a loja online foi para a Little Ely um passo muito importante, que após 9 meses do lançamento da marca tinha apenas presença no facebook.
Trouxe aos nossos consumidores uma melhor visualização dos produtos, facilidade de navegação e credibilidade à marca.
Achamos que o facebook continua a ser muito importante como complemento à loja online, onde comunicamos com os nossos clientes com mais frequência. Mas a grande parte das nossas vendas hoje é feita através da nossa loja online.”
www.littleely.com
loja by muda de página

“Quando comecei a criar a minha ideia não tive dúvidas de que a sua materialização seria uma loja on-line. 
Vejo o Facebook como uma ferramenta de comunicação que me ajuda a levar as pessoas ao seu destino final: a loja. Sempre que vejo vendas no Facebook fico confusa porque não percebo ao certo quem vende, quais as características e como se processa o negócio. Numa loja on-line tudo me parece mais claro, vês com clareza a disponibilidade de tamanhos, as características do produto e as formas de pagamento. Acredito que estas duas ferramentas devem ser complementares e que assim asseguram uma melhor imagem e um maior sucesso para o negócio”.
loja by muda de página
“A opção de ter uma loja online, prende-se com vários aspectos. Em primeiro lugar, tem a ver com a necessidade de ter um sítio, onde toda a minha oferta pudesse estar sistematizada e organizada, organização que considero mais confusa no facebook.
Na loja online os potenciais clientes encontram rapidamente preços, portes de envio, informações sobre medidas e outros detalhes. 
Nem toda a gente gosta do processo de perguntar sobre preços e condições. A loja permite que a cliente simplifique este processo, e finalize logo a aquisição. Permite ainda uma coisa fabulosa que é as vendas para outros países, que dificilmente se viabilizam pelo facebook!”
loja by muda de página

“A ideia de ter uma loja online já vinha de trás, mas ganhou mais consistência após ter feito uma formação com a LANCE. A decisão da loja online, para além do “e-commerce” ser nos dias que correm uma das maiores e simples formas de fazer compras, é uma ferramenta fácil para quem se quer lançar com o seu próprio negócio. Existem várias plataformas com custo ou sem custo, tudo depende do tipo de produto/serviço que cada um irá desenvolver. Para mim, a loja é mais do que uma montra, pois permite estabelecer um contacto mais directo com o cliente e procurar ir sempre ao encontro das necessidades de cada um. Sem dúvida que a loja online reflecte um lado muito mais profissional, a informação disponibilizada é mais clara e mais objectiva. Foca-se no produto-cliente. Não há informação dispersa. Uma grande vantagem é que nos permite no “backoffice” gerir toda a informação, fotografia e stock dos produtos, o que representa uma mais valia, pois permite-nos uma maior organização e gestão do tempo.”
http://esteiraonlineshop.tictail.com/
loja by muda de página

“Quando abri a Made in Paper, com 5 produtos, achei logo que seria mais fácil ter o processo de compra e venda agilizado. As redes sociais são apenas isso mesmo, e as plataformas de venda online são muito mais do que isso. A maior vantagem é a gestão de stocks, a rapidez e facilidade de adicionar um produto novo que acabou de chegar, e conseguir ter relatórios concretos sobre o cliente, no nosso site. 
Além disso a maior parte das plataformas envia emails automáticos de resposta às encomendas, e os melhores até podem estar integrados com o software de facturação, simplificando o acto de venda a um email.

Hoje, com mais de 300 referências online, a Made in Paper não poderia funcionar de outra forma; não poderíamos receber encomendas senão estivesse tudo centrado numa só plataforma, e se não desse informação em tempo real, ao cliente, sobre a disponibilidade da mesma.”
       Rúbrica de:

6 Comentários

Instagram

  • Christmas brunch @atelier.th2 let’s go 🎄🙌🏻 @catarinavarao @luisneto_1981
  • Ho! Ho! Ho!
  • Para grandes males. Grandes doces! 😂🙈 #donuts #christmasfood #eunabase
  • Uma mão cheia de coisas 🎉 🎂
  • December. Beach. Holiday. 🎄 ☀️
  • Empty roads 🧐

Follow Me!