Travel

Thun, onde tudo e nada se passa.

Fiz as malas e fiz esta viagem sozinha, pelo menos por uns dias. E rumei à Suíça, até Thun. Se não fosse o conciliar de agendas da família e reuniões de negócios, muito provavelmente não iria marcar férias aqui. Mas quando precisamos de ir, vamos, seja para onde for. E que agradável surpresa. Cidade pacata, na altura com vários mercados de Natal, cheiro a mulled wine no ar, muito e pouco movimentada, nem sei bem dizer. Não é Berna, nem Munique, é pequena, acolhedora, simpática. Rodeada de altas montanhas salpicada de neve. Cheguei de comboio, o que me deu tempo para escrever, planear novos workshops, arrumar ideias… coisas que não iria conseguir fazer sentada à frente do computador.

Quando cheguei estava frio, daquele bem fresquinho mas, por incrível que pareça, gostei. Enfiei o gorro e fui pelo caminho que todos estavam a seguir e acho que acabei mesmo por cruzar a cidade.

Na manhã seguinte, bem cedo, fui até ao castelo, num pequeno monte. Quando fiz este caminho, pensei: bolas que já não me lembro da última vez que passeei. Do tipo, passear com as mãos nos bolsos, sem relógio e sem horário a cumprir. Passear a passo lento e sem fazer a mínima ideia por onde vou a seguir. (Devia de fazer isto mais vezes).

Sem comentários
Artigo Anterior
11 Abril, 2017
Artigo Seguinte
11 Abril, 2017

Sem comentários

Deixar comentário

Relacionados

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Follow Me!